quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

FUNDAÇÃO VIVA A VIDA LANÇA CAMPANHA DE PREVENÇÃO ÀS DSTs E AIDS PARA O CARNAVAL 2015 DE JUSSARA -

Campanha: "Não importa a fantasia, desde que seja de camisinha"
será realizada pela Casa de Apoio Fundação  Viva a Vida
A Campanha de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis (DST) e AIDS no Carnaval em Jussara, será estendida a todos com o Slogan “Não importa a fantasia deste que seja de camisinha”. A mobilização pretende alertar para a prevenção nos momentos de divertimento que é dirigida a população em geral de todas as faixas etárias. 

O estimulo ao uso do preservativo durante o carnaval é um dos focos da campanha. “Estamos reforçando que a prevenção deverá ser feita antes e após o carnaval, e, além disso, reafirmando a necessidade de trabalhar com todos os grupos da sociedade, independente de faixa etária ou gênero, ou seja, o alvo é a população, todas as pessoas sexualmente ativa. É preciso chamar a atenção para o uso do preservativo, sobre a importância da prevenção."

Casa de Apoio Fundação Viva a Vida
A Casa de Apoio Fundação Viva a Vida, juntamente com a secretária Municipal de Saúde Universidade Estadual de Goiás, núcleo Jussara, Colégio Estadual Dom Bosco, Departamento da Cultura, Conselho Municipal da Criança e Adolescente, pretende desenvolver uma campanha direcionada aos jovens, através de palestras, distribuição, preservativos no Colégio Estadual Dom Bosco, Escola Estadual Brasil Di Ramos Caiado, Escola Estadual Jandira e também nas escolas particulares: Colégio Objetivo e Colégio Decisão. A campanha envolverá ainda as duas faculdades, a UEG e a FAJ. Também haverá participação a tenda da saúde que será montada na Feira Coberta durante todos os dias de folia.

A campanha deverá atingir um público aproximado de 4.000 jovens nas Instituições de educação supracitadas, a distribuição de 20.000 preservativos, e realização de 07 palestras sobre HIV/AIDS e DST, com foco na promoção, prevenção e redução de danos na população alvo.

Cronograma das atividades nas escolas, com palestras e distribuição de panfletos e preservativos:

09/02 - E. E. Jandira Ponciano dos Passos, 09/02 - Colégio Estadual Dom Bosco, 10/02 - Colégio Objetivo, 10/02 - Colégio Decisão, 11/02 - Universidade Estadual de Goiás, 12/02 E. E. Brasil Ramos Caiado, 13/02 – FAJ. 

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

SECRETARIA DE SAÚDE APRESENTOU PLANO DE CONTINGÊNCIA CONTRA A FEBRE CHIKUNGUNYA E DENGUE

Reunião no auditório da Biblioteca municipal
A Secretaria de Saúde de Jussara realizou reunião para apresentação do Plano Municipal de Contingência contra Febre Chikungunya e Dengue. A iniciativa marcou o início da mobilização contra o Aedes Aegypti — mosquito transmissor das duas doenças.

Segmentos organizados da sociedade e agentes públicos participaram da reunião realizada no auditório da biblioteca municipal.

Os índices mostram que a dengue está sob controle no município e que a população está colaborando, mas o combate à dengue exige um aprendizado constante. É preciso que se torne um hábito, como escovar os dentes e tomar banho. Por isso quem mora em locais onde há risco de acúmulo de água deve ficar atento. O alerta permanece, para que esses índices continuem em queda, até que se chegue a um cenário ainda mais seguro.

A secretária de Saúde, Luciana Freire alertou que “as ações serão intensificadas com a realização de arrastão contra a dengue em todos os bairros, mutirões de limpeza urbana, e também será reforçada a campanha permanente para conscientização da população. Sem a participação da população é impossível combater o mosquito transmissor das duas doenças”, disse a secretária.

As ações de combate aos criadouros do mosquito são realizadas o ano inteiro pelos agentes da Prefeitura de Jussara, mesmo nos meses de baixa incidência da dengue.

O plano de combate à dengue está baseado em dois pilares: ações de rotina e de contingência, voltadas para a vigilância epidemiológica, combate ao vetor, assistência aos doentes, educação e mobilização social, comunicação e gestão.

Participaram da reunião a coordenadora da UBS do Bairro Goiás enfermeira Leisiane, o coordenador do CAIS e do SAMU Wister Almeida, a coordenadora da UBS do setor Vila Nova, o coordenador da UBS do Setor Nova Jussara enfermeiro Fabrício Tavares, o secretário municipal da Ação Urbana João Leandro, o gerente do Núcleo de Combate aso Vetores (Funasa) José Valmir, a coordenadora da Atenção Básica Bruna do Carmo, a coordenadora do Núcleo de Vigilância Epidemiológica Gislene Cansado, o empresário Ugleidson Carlos (SB Prestacional), o representante da Secretaria do Meio Ambiente Diary Peixoto, o presidente do Conselho Municipal de Saúde Dr. Luiz Carlos, e a Secretária de Saúde Luciana Freire.


MÃO ÚNICA NA RUA 21 DE ABRIL A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA

Prefeita Tatiana assinou decreto alterando sentido de tráfego
na Rua 21 de Abril
A Rua 21 de Abril, na região central da cidade passará a ter sentido único de tráfego a partir desta segunda-feira dia 26 de janeiro, da BR-070 para o centro da cidade, rumo a Avenida Marechal Rondon.


Por enquanto a alteração será com a finalidade educativa, mas a partir de 23 de março já será para valer e quem trafegar na contramão estará cometendo infração de tráfego e poderá ser multado.


Esta alteração na Rua 21 de Abril vem sendo alvo de pedidos da população há alguns anos e foi requerida na Câmara de Vereadores pelo vereador Leontino Costa (Cheiro do Jovêncio) e aprovada por todos os vereadores.


A Secretaria de Transportes fez estudos e está providenciando toda a sinalização que será implantada agora na fase educativa para conscientização dos condutores de veículos. No prazo de sessenta dias a alteração passará por uma campanha educativa, com placas e faixas sinalizando a alteração. Serão construídos também três novos redutores de velocidade, os quebra-molas.


Decreto nº 025/2015 altera tráfego na Rua 21 de Abril
A Guarda Mirim de Jussara ajudará na campanha educativa, e Polícia Militar também fará por enquanto abordagens educativas aos condutores trafegarem no sentido contrário.


A prefeita Tatiana Ranna assinou o Decreto nº 025/2015 na presença do vereador Leontino Costa, o Cheiro do Jovêncio (autor do requerimento) e do Cmte da 1ª CPM do 32º Batalhão da PM-GO, Capitão. Israel e do secretário dos transportes José Carlos Borges.


ALTERAÇÃO NA RUA CACULÉ FEZ DIMINUIR NÚMERO DE ACIDENTES


O vereador Leontino Costa (Cheiro do Jovêncio) é o autor também do requerimento aprovado na Câmara Municipal e que alterou o tráfego na Rua Caculé no início do ano passado. Vale lembrar que à época a alteração da rua Caculé foi polêmica, mas que hoje todos comprovam as melhorias no trânsito na região, inclusive com a diminuição dos acidentes. 


Vereador Cheiro do Jovêncio é o autor do requerimento
 aprovado na Câmara Municipal

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

ESTÁ CONSOLIDADO O CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL REGIONAL DE SAÚDE DO RIO VERMELHO/ARAGUAIA

Secretária de Saúde Jussara, Luciana Freire
O Consórcio Intermunicipal de Saúde do Rio Vermelho/Araguaia realizou reunião na Cidade de Goiás com a presença de seus integrantes, representantes de 16 municípios para a assinatura da ata de consolidação do Consórcio, aprovação do Estatuto e assinatura do Protocolo de Intenções.

O Consórcio Intermunicipal de Saúde pretende desenvolver ações conjuntas entre os municípios, com melhor operacionalização dos recursos com o objetivo de levar serviços de saúde na região, mais próximo da população, como especialidades médicas, exames e cirurgias. 

A Secretária de Saúde de Jussara, Luciana Freire, mostrou que “com o consórcio os municípios vão gerir melhor os recursos da saúde, melhorar e agilizar os atendimentos”. Luciana Freire é também a Coordenadora da Comissão Intergestora Regional.

Secretários Municipais de Saúde
A presidente do Consórcio é a prefeita da Cidade de Goiás, Selma Bastos, vice-presidente é o prefeito de Araguapaz, Fausto Brito. A prefeita de Jussara, Tatiana Ranna é a presidente do Conselho Fiscal do Consórcio. O secretário executivo é o advogado Jonas Berquó, gerente regional de Saúde do Rio Vermelho, na Cidade de Goiás.


Os municípios que integram o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Rio Vermelho e Araguaia são: Faina, Cidade de Goiás, Aruanã, Britânia, Santa Fé de Goiás, Jussara, Itapirapuã, Matrinchã, Mozarlândia, Araguapaz, Heitorai, Mossâmedes, Nova Crixás, Americano do Brasil, Itapuranga e Guaraíta.

PRAÇAS E JARDINS MAIS BONITOS EM JUSSARA

Praça do Setor Sonho dourado
A equipe de jardins da Secretaria de Transportes e Ação Urbana realizou serviço de revitalização de praças, jardins dos canteiros centrais da Avenida Marechal Rondon. Todas as escolas da rede municipal e CMEIS também receberam os serviços nas áreas verdes e jardins já no início do ano letivo.

A Praça Francisco Rebouças (Praça da Matriz), Praça do Setor Sonho Dourado, Praça do Setor Alto da Boa Vista e Praça Limirio Mota (Praça do Cigano) estão bonitas e bem cuidadas. Plantas dos canteiros da Avenida Marechal Rondon, na região central, receberam atenção especial com poda ornamental e também os canteiros da Avenida Dalvo Garcia no Bairro Nortista. Árvores e canteiros no Bairro Nortista também foram cuidados pela equipe de jardins.


De acordo com o Secretário de Obras e Ação Urbana, José Carlos Borges, os serviços “foram realizados já no início do ano para que a cidade fique mais bonita, com o aproveitamento das chuvas que darão o toque especial mantendo o verde na paisagem agradando aos jussarenses e visitantes”.

Avenida Marechal Rondon

Avenida Marechal Rondon

Avenida Dalvo Garcia

Praça do Setor Alto da Boa Vista

Praça do Cigano

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

PREFEITURA DE JUSSARA REPASSA R$ 178.261,83 À CÂMARA MUNICIPAL REFERENTES AO DUODÉCIMO DE JANEIRO

Câmara Municipal de Jussara
A prefeitura de Jussara repassou hoje, dia 19, o valor de R$ 178.261,83 referentes ao duodécimo do mês de janeiro para a Câmara de Vereadores.

O valor repassado é usado para pagamento dos subsídios dos vereadores e salários dos servidores da Câmara. Despesas como água, energia, telefone, lanche e outras necessárias para a manutenção do Legislativo são pagas também com recursos do duodécimo.

EX-PRESIDENTE NILSON GOMES ECONOMIZOU DUODÉCIMO

Vale lembrar que os valores repassados como duodécimo sobram e são devolvidos ao executivo, a exemplo das devoluções realizadas pelo ex-presidente, vereador Nilson Gomes durante o seu mandato, num total de quase R$ 1 milhão. Nilson Gomes teve uma atuação austera e graças à economia feita os valores foram devolvidos aos cofres do município e foram utilizados para pagamento de dívidas junto ao Prevjus e outros benefícios à população.

Ex-presidente Nilson gomes
economizou quase R$ 1 milhão
É preciso destacar que a regularização da situação do município junto ao Prevjus é um dos fatores que habilita Jussara a receber repasses e obras do Governo Estadual e do Governo Federal. Outras dívidas junto à Saneago e Celg, por exemplo, estão em dias já que a prefeitura paga as parcelas regularmente.

DUODÉCIMO DA CÂMARA MUNICIPAL

O princípio da separação e da harmonia entre as funções estatais remete à autonomia dos respectivos poderes, que requer, dentre outras condições, recursos financeiros suficientes para o desenvolvimento das suas atividades.  Em nível municipal esta relação ocorre entre o Executivo e o Legislativo, o primeiro com a obrigação constitucional de fazer os repasses mensais necessários para o funcionamento da Câmara Municipal, observando-se os limites oriundos dos art. 29, VI, VII, 29A da Constituição e art. 28 da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Esse repasse mensal de valores do Executivo ao Legislativo deve observar a nova redação do art. 168 da Constituição Federal, dada pela Emenda Constitucional 45/2004 e os parágrafos do art. 29. Isso porque o texto constitucional passou a consignar a expressão "duodécimos", conduzindo a uma fração proporcional e constante a ser repassado mensalmente à Câmara Municipal, até o dia 20 de cada mês, o que tem sido repetido nas Leis Orgânicas Municipais, até mesmo em observância à simetria constitucional.  Além disso, o não repasse até o dia 20 de cada mês ou o repasse inferior à proporção oriunda da proposta orçamentária tipificará o cometimento de crime de responsabilidade pelo Prefeito Municipal.

As sobras do duodécimo são devolvidas ao Poder Executivo, já que a Câmara não pode legalmente desenvolver nenhuma outra atividade que não seja legislativa, porém, terá a obrigação de fazê-lo no seu término do seu exercício financeiro. 

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

SITUAÇÃO REGULAR - PREFEITURA DE JUSSARA PAGOU CERCA DE R$ 500 MIL AO PREVJUS E MANTEM PARCELAMENTO DE DÍVIDAS EM DIA

Certidão mostra situação regular junto ao PREVJUS
A prefeitura de Jussara iniciou o ano de 2015 com a situação regularizada junto ao Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Jussara – PREVJUS. Os repasses dos valores descontados dos salários dos servidores são feitos mensalmente junto com o pagamento da folha.
 
Já o restante dos valores referentes à obrigação patronal de todo o ano de 2014 foram pagos em dezembro, quando cerca de R$ 500 mil foram depositados pela prefeitura na conta do Prevjus e outros R$ 263.463,27 foram divididos em 24 parcelas e se encontra em dia.


Esta foi uma ação bem sucedida da atual administração. Como se sabe ao longo da história a prefeitura de Jussara tem encontrado dificuldades para manter as contar em dia no que diz respeito aos repasses previdenciários. Prova disso são os quatro parcelamentos de dívidas junto ao instituto, três desses parcelamentos oriundos de administrações anteriores, e somam ao todo o recolhimento mensal no total de R$ 22.407,85 por parte da prefeitura. 

REGIÃO OESTE GOIANO - PERÍODO CHUVOSO DANIFICA RUAS NAS CIDADES E RODOVIAS

Buracos estão sendo tapados em Jussara - Serviço avança
e o logo chegará a todos os bairros
Todos os anos é a mesma coisa, é só cair as primeiras chuvas que as ruas das cidades se enchem de buracos e a população é prejudicada. A qualidade do asfalto construído nas cidades e rodovias é ruim, ainda não existe tecnologia que torne a pavimentação asfáltica tolerante à força das chuvas.

Todas as cidades interioranas e as capitais têm suas ruas danificadas no período chuvoso e isto causa grande desperdício de recursos públicos já que a manutenção é permanente, tapam-se buracos e outros ou os mesmo aparecem novamente logo que o período chuvoso se iniciar novamente. Nas rodovias a situação é a mesma, basta dar uma passadinha pela BR-070, restaurada há menos de três anos, mas cheia de buracos há mais de dois anos, mesmo com equipe de manutenção trabalhando a pleno vapor.


Grande quantidade de material é
utilizado para tapar buracos
Esta é uma infeliz realidade e toda a responsabilidade para a manutenção da trafegabilidade das ruas é da prefeitura das cidades. A questão política agrava a situação, a oposição cai de pau em cima dos prefeitos, fazem críticas gratuitas e cobram o impossível; que todos os buracos sejam tapados mesmo debaixo de chuva, e todos de uma vez só, como se fosse uma mágica, já que sequer existem recursos para tanto.


É bom que seja observado também que o volume de veículos que trafegam pelas ruas ou rodovias aumentou muito, o que agrava mais ainda a situação.

Rua Caculé é uma das movimentadas em Jussara - Buracos
foram tapados novamente
JUSSARA - BURACOS NAS RUAS ESTÃO SENDO TAPADOS

A Prefeitura de Jussara, através da Secretaria de Transportes, executa a operação tapa-buracos, já com boa frente de serviço já realizado. A meta é alcançar todos os setores o mais rápido possível.

O Secretário de Transportes José Carlos Borges explica que “agora no período chuvoso o asfalto se derrete, parece que foi feito de sonrisal. Em alguns pontos mais críticos os buracos aparecem com uma chuva apenas”, diz o secretário completando que “estamos trabalhando diariamente, mas quando chove a gente perde o dia, e isto agrava mais ainda porque atrasa os serviços. Mas estamos resolvendo o problema, grande parte já foram tapados”, falou José Carlos.

Bairro Goiás - 90% dos buracos foram tapados
Pontos mais críticos como a Rua Tupi, que dá acesso à Aproleite, Avenida Marechal Rondon próximo à Fornaça, Rua Cacule, Ruas centrais do Bairro Goiás e grande parte da região central da cidade e de outros bairros já foram tapados os buracos.

Em algumas ruas da cidade o asfalto construído no passado é de péssima qualidade, a exemplo da Rua Caculé, “os buracos já foram tapados várias vezes na atual administração, mas é só chover, aparecem novos buracos”, explica o secretário, mostrando que “é fácil comprovar, é só observar as marcas de buracos tapados nas ruas”, finaliza.

Rua central de Britânia cheia de buracos
A prefeita Tatiana espera para este ano a liberação dos recursos autorizados pelo governador Marconi Perillo, R$ 1 milhão, e que serão usados para fazer o recapeamento asfáltico de grande parte das ruas e avenidas da cidade, o que possibilitará resolver o problema por um período de tempo maior.

OPOSIÇÃO CRITICA BURACOS NAS RUAS DE BRITÂNIA

Outra cidade na região que está enfrentando dificuldades para manter as ruas sem buracos é Britânia. A população está reclamando muito acerca da situação das ruas centrais da cidade, mesmo nas suas principais avenidas.

Britânia é uma cidade turística, muitas pessoas são atraídas para conhecer o famoso Lago dos Tigres e a situação precária das ruas tem sido alvo de reclamações, inclusive nas redes sociais, mas principalmente bastante criticada pela oposição política ao prefeito Carlos Cunha.

Buracos nas ruas de Iporá
BURACOS NAS RUAS INCOMODAM EM IPORÁ

De acordo com o site Oeste Goiano a população de Iporá apontou como item mais negativo na cidade no ano de 2014 os buracos nas ruas. Uma enquete realizada pelo site revelou que 42,40% das pessoas que reclamaram dos buracos nas ruas, entre as alternativas apresentadas.

A enquete ouviu 533 internautas e destes, 42,40% responderam que a situação dos buracos nas ruas de Iporá é uma triste calamidade pública e isto incomoda muito a população.


Essa manifestação do povo ocorre no momento em que, devido às fortes chuvas, os buracos, de fato, se multiplicaram muito. No período de estiagem a situação não esteve ruim assim.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

A CONTA QUE AS PREFEITURAS COBRAM DO GOVERNO DE GOIÁS: R$ 118 MILHÕES

Cleudes Baré (AGM) e Ana Carla Costa Abrão (SEFAZ)
Prefeitos aguardam que parcelas que o Estado tem em atraso possam ser regularizadas. Hoje o valor da dívida é de R$ 118,300 milhões com os municípios.

Segundo o presidente da Associação Goiana dos Municípios (AGM), Cleudes Baré, deste total, R$ 110 milhões são de uma contrapartida do Estado com as prefeituras do Programa de Saúde da Família (PSF) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Desde março do ano passado, o Estado não faz o repasse aos municípios.

Ainda de acordo com o presidente da AGM, também há atraso na parcela de dezembro do Transporte Escolar na ordem de R$ 7 milhões. Relativo ao mesmo período, o Estado ainda deve às prefeituras o valor de R$ 1,3 milhão com a alimentação de reeducandos do sistema prisional referente aos meses de novembro e dezembro de 2014.

Cleudes Baré afirma que a alegação do Estado é dificuldade financeira, por isso a limitação em fazer repasses aos municípios. O presidente destaca que a nova secretária da Fazenda, Ana Carla Costa Abrão, pediu um prazo até o mês de março para que possa ocorrer uma negociação efetiva.

O valor de R$ 118 milhões foi revisado por técnicos da AGM e informado à reportagem do Diário de Goiás nesta quarta-feira (14).

ENCONTRO DE CONTAS

Uma sugestão apresentada pelo presidente da AGM foi a de realizar um encontro de contas entre o que o Estado deve às prefeituras e o que governo estadual precisa descontar no repasse do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Em 2011 e 2012, teriam sido repassados cerca de R$ 42 milhões a mais aos municípios. Deste total, houve retenção de R$ 29 milhões referentes à parcela do mês de dezembro, restando cerca de R$ 13 milhões, sem as devidas correções .

O Diário de Goiás informou na última sexta-feira (9) que a Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) seguiu uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e da Procuradoria Geral do Estado (PGE). Conforme adiantado pela reportagem na ocasião, TCE e PGE teriam chegado à conclusão de que os repasses compartilhados com os municípios através do ICMS provenientes das multas e obrigações acessórias, não incidem sobre a distribuição do bolo tributário do imposto para com os municípios.

Como o governo de Goiás teve incremento de arrecadação em dezembro de 2014, por conta do Programa de Incentivo à Regularização Fiscal de Empresas - o Regulariza -, foi realizado um corte na parcela relativo a este mês.

Somente com o Regulariza, o Estado arrecadou mais de R$ 450 milhões à vista. A Sefaz divulgou aos municípios uma previsão de repasse do ICMS na ordem de R$ 39.700 milhões, que não foram creditados nas contas das prefeituras. Mas conforme a decisão do TCE, o repasse foi de apenas R$ 8 milhões de reais.

PROBLEMA POLÍTICO

Cleudes Baré, além de ser presidente da Associação Goiana dos Municípios, é prefeito da cidade de Bom Jardim de Goiás e apoiador do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).

Questionado pelo Diário de Goiás como está fazendo para administrar a “queda de braço” entre Estado e Municípios, Baré informou que Marconi Perillo é municipalista, tem ajudado as prefeituras, mas que como presidente da AGM não pode abrir mão dos repasses que são constitucionais.

- “Temos que reconhecer o esforço do governador em áreas municipais que não são competências do Estado, mas que recebemos ajuda. No entanto, as transferências são constitucionais e independe de posições políticas”, afirma Baré.

PACTO FEDERATIVO

O presidente da AGM entende que o governo do Estado de Goiás não vive uma situação “isolada”. Ele destaca que o atraso em repasses para municípios vem ocorrendo por conta de uma distribuição de recursos públicos de forma desigual.

Ele defende que é preciso ocorrer o Pacto Federativo, para que a distribuição seja mais igualitária e menos concentrada nas mãos do governo federal. Segundo Baré, este quadro prejudica as administrações estaduais e consequentemente as municipais.

Segundo o presidente, se comparado com janeiro do ano passado, em valores nominais, os municípios tiveram uma queda de receita em 31%, enquanto as obrigações das prefeituras aumentaram "bastante", entre elas a data-base dos professores em 13,01%.


A Secretaria da Fazenda não se pronunciará sobre o assunto.

PREFEITURA DE JUSSARA REALIZOU PREGÃO PARA ADQUIRIR ATÉ R$ 4.387.494,88 EM REMÉDIOS PARA O ANO DE 2015.

Pregão Presencial para aquisição de remédios 
A prefeitura de Jussara realizou Pregão Presencial nº 001/2015, para aquisição de medicamentos, materiais e insumos hospitalares, no valor total de até R$ 4.387.494,88 para serem utilizados no Hospital Municipal, CAIS, SAMU, e Unidades Básicas de Saúde (UBS), durante o ano de 2015.

Esta aquisição por meio do Pregão Presencial atende à legislação e teve a participação de doze empresas concorrentes, o que proporcionou economia aos cofres públicos, já que a concorrência fez com que o menor preço fosse ofertado para a aquisição.

O volume das aquisições e a compra no atacado é outro fator que representa vantagens para o município, é sabido que assim os preços ficam mais vantajosos.

Transparência e legalidade na realização do Pregão Presencial

A previsão de compra das primeiras remessas, logo após a homologação do pregão está prevista para meados de fevereiro, e conforme a necessidade e recursos disponíveis. De acordo com planejamento realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, os medicamentos são suficientes e contempla a demanda anual dos serviços de atendimento à saúde da população de Jussara.

Visando ainda dar maior legalidade ao procedimento foi determinado pela Prefeita Municipal e pela Secretária de Saúde o encaminhamento de todo o processo licitatório ao Ministério Público, demonstrando a total lisura do certame.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

PREFEITURA ENTREGA MAIS 23 CASAS EM JUSSARA

Presidente da Câmara Juraci da Ambulância, Secretária de
Assistência Social Maria Joaquina e vereador Nilson Gomes
A Prefeitura de Jussara, através da Secretaria de Assistência Social fez a entrega das chaves de 23 casas construídas com recursos do Ministério das Cidades, Cheque Moradia e em terreno dos próprios beneficiários pulverizados em vários setores da cidade.

Este é mais um resultado da importante parceria entre a Prefeitura e o Ministério das Cidades com ação coordenada pela Secretaria Municipal de Assistência Social/Habitação.

A entrega das chaves foi feita na Biblioteca Pública Municipal com a presença das famílias beneficiárias e autoridades.

O secretário da Administração, Jean Carlos representou a Prefeita Tatiana Ranna. Ainda presente a Secretária de Assistência social Maria Joaquina de Jesus, secretária de Saúde Luciana Freire, e os vereadores Juraci da Ambulância (presidente da Câmara), Nilson Gomes, Chiquinho da Nova Jussara.
O vereador Nilson Gomes destacou a importância da entrega de mais estas moradias construídas na atual administração, relembrando outras 126 casas entregues no Residencial Santos Dumont.

Beneficiários recebem casas em Jussara
Nilson Gomes aproveitou para fazer um relato acerca de parcerias entre o Executivo e o Legislativo, inclusive na austeridade fazendo com que o recurso que sobra na Câmara retorne ao Executivo para equilibrar finanças e realizar obras. Na gestão do vereador Nilson Gomes na presidência da Câmara foi devolvido cerca de R$ 1 milhão.

O presidente da Câmara, vereador Juraci da Ambulância parabenizou as famílias pelo benefício recebido, a realização do sonho da casa própria e afirmou que todos os poderes têm de estar a serviço do bem de todos.

Já o vereador Chiquinho da Nova Jussara parabenizou a titular da SEMAS, Maria Joaquina de Jesus pela atuação que culminou no grande resultado apresentado, a entrega das chaves das casas construídas. Chiquinho destacou a importância da parceria entre os poderes, “todos atuando juntos em harmonia, resultam em benefícios para a população como estes que estamos entregando”.

Os técnicos responsáveis pela construção das casas esclareceram dúvidas quanto à utilização dos imóveis, a transferência para os titulares, explicando também que as casas não podem ser vendidas por um período de cinco anos, entre outras informações.

domingo, 11 de janeiro de 2015

PREFEITA TATIANA RECEBE SUPERINTENDENTE DO INCRA EM REUNIÃO COM TRABALHADORES RURAIS EM JUSSARA

Reunião com representantes de assentamentos rurais em
Jussara
Uma importante reunião foi realizada no Gabinete da prefeita de Jussara, com o objetivo de solucionar questões apresentadas por agricultores familiares assentados e também para buscar novas perspectivas de desenvolvimento para os projetos de assentamento no município e região. 

A anfitriã, prefeita Tatiana Ranna, destacou a presença do Superintendente do INCRA em Goiás Alberto Batista da Silva Filho na reunião e cumprimentou aos representantes dos agricultores familiares dos assentamentos pela oportunidade de esclarecimentos e orientações. “A reunião foi muito produtiva, muitos benefícios virão, os esclarecimentos foram importantes e ajudarão aos trabalhadores a avançar mais ainda na luta pela reforma agrária sustentável”, disse a prefeita.

O superintendente do INCRA em Goiás agradeceu a oportunidade e elogiou a Prefeita Tatiana, pois “um de seus primeiros atos como Prefeita empossada foi dirigir-se ao INCRA e colocar-se a disposição”, disse o superintendente, que afirmou ainda que “sem a participação efetiva dos prefeitos municipais é difícil ter avanço na causa, uma vez que o INCRA não tem dispositivos que obrigue os Prefeitos a realizarem esta parceria”.

Segundo o superintendente, a Presidente Dilma Rousseff assinou o decreto que declara de interesse social para reforma agrária a Fazenda Arriata no município de Jussara, a mesma está em processo de assentamento para 18 famílias, e também a Fazenda Impertinente (Faz. Bradesco) no município de Fazenda Nova.

De acordo com o superintendente, o site do INCRA, mostra o passo a passo, para apresentação de Projetos de infra-estrutura para os assentamentos, com cerca de R$ 250.000,00 disponibilizados para cada projeto que deverá ser apresentado por iniciativa dos prefeitos da sede dos respectivos assentamentos.

Prefeita Tatiana e o Superintendente do INCRA-GO
 Alberto Batista da Silva Filho
Ainda na reunião o representante do INCRA ressaltou a importância de que todos os acampados e assentados estejam cadastrado no Cadastro Único nas respectivas Secretarias Municipais de Assistência Social e, destacou a importância de uma equipe técnica disponibilizada na Secretaria da Agricultura para apresentar projetos junto ao PRONAF.

O prefeito de Fazenda Nova Daniel do Zeca e a prefeita Tatiana Ranna e, assentados presentes questionaram sobre a limitação da utilização das máquinas adquiridas pelos municípios através do PAC, no que foram informados que mediante regulamentação na Câmara de Vereadores e celebração de convênio com o Sindicato é possível flexibilizar a forma de utilização das máquinas do PAC 2. Outras parcerias podem ser buscadas junto ao MDA, AGETOP, INCRA e Ministério do Meio Ambiente.

Os trabalhadores rurais, através de seus representantes destacaram a importância da reunião, já que é a primeira vez que é dada a oportunidade para uma conversa transparente e produtiva na cidade mesmo, com a presença inclusive do representante do INCRA-GO.

Logo após a reunião as autoridades almoçaram no Assentamento Albino Vieira onde no período da tarde o Superintendente do INCRA/GO participou de mais uma reunião, desta vez com todos os assentados do assentamento Albino Vieira.

A reunião contou com a presença da prefeita Tatiana Ranna, Superintendente do INCRA em Goiás Alberto Batista da Silva Filho, Secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente Itamar Caiado de Castro Filho, Secretária Municipal de Assistência Social Maria Joaquina de Jesus, prefeito de Fazenda Nova Daniel do Zeca, vereadora de Fazenda Nova Ângela, advogado Dr. Eudes Fabiane Carneiro, e, trabalhadores representantes do Assentamento Bom Jesus do Araguaia, Assentamento Albino Vieira, Acampamento Fazenda Arriata.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

MELHORIAS NA ESCOLA AGRÍCOLA COMENDADOR JOÃO MARCHESI

Escola Agrícola João Marchesi recebeu melhorias
A Escola Agrícola Comendador João Marchesi recebeu melhorias como limpeza de suas instalações, galpões e estradas. A Secretaria dos Transportes juntamente com a Secretaria de Agricultura, realizaram os serviços sob a coordenação do Secretário de Agricultura, o veterinário Itamar Caiado Filho (Coquinha), que acumula também a Secretaria do Meio Ambiente.

Na Escola Agrícola funciona a Secretaria da Agricultura, o viveiro de mudas da Secretaria do Meio Ambiente, e, também em regime de comodato a Faculdade de Jussara, a FAJ.


Foi feito a desocupação do galpão, com retira de bens inservíveis, para melhor acomodar as máquinas, como tratores, plantadeiras e retro escavadeira pertencentes à Secretaria de Agricultura e que são utilizados em apoio aos agricultores familiares e lavoura comunitária.

Maquinários da Secretaria de Agricultura

Local onde será instalado novamente o viveiro de mudas da SEMA

IDOSO MORRE ATROPELADO NA BR-070, EM JUSSARA

Foto: PRF
Na madrugada desta quinta-feira (8), um idoso foi atropelado e morreu, na BR-070, km 321, próximo à Jussara. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o homem era conhecido na região como ‘Ferro Velho’, pois trabalhava com este tipo de material.

O homem estava sozinho em seu carro, uma Parati, quando parou o veículo no acostamento e desceu. Neste momento, o idoso, que não teve o nome divulgado, foi atingido por um carro não identificado, que fugiu do local sem prestar socorro.

Quando a Polícia Rodoviária Federal chegou ao local, o homem já estava morto. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Jussara.

Fonte: Diário da Manhã

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

PRAÇA DA MATRIZ RECEBE PRIMEIRO PARQUINHO INFANTIL DE UMA SÉRIE QUE SERÃO INSTALADOS EM JUSSARA

A Praça da Matriz, no centro de Jussara, foi a primeira a receber o parquinho infantil de uma série que serão instalados em várias praças da cidade. Os brinquedos são compostos por escorregador, balanços e gangorras e serão de uso exclusivo e gratuito para crianças. Todos os brinquedos são próprios para uso ao ar livre em espaços reservados para a diversão infantil.

A Praça da Rodoviária, no Bairro Nortista, e outras praças como a do Setor Sonho Dourado, Setor Planalto, Setor Morada Nova, Setor COHAB, Praça do Cigano, também receberão o benefício. 

Outros bairros poderão ser contemplados também, a exemplo do Bairro Goiás, Setor Nova Jussara, etc.

As crianças gostaram muito do presente, mais uma opção de lazer saudável ao ar livre. Nesse primeiro parquinho instalado já é comum a presença de pais acompanhando crianças que se divertem bastante nos brinquedos.

PREFEITURA ESTÁ REVITALIZANDO JARDINS NA AVENIDA MARECHAL RONDON




A equipe de jardins da Prefeitura de Jussara esta revitalizando os canteiros centrais da Avenida Marechal Rondon no centro da cidade com poda ornamental das plantações mostrando um bonito aspecto para os que transitam diariamente por lá.


A praça central também recebeu os cuidados da equipe de jardins e está bonita de se ver.

BURACOS NAS RUAS ESTÃO SENDO TAPADOS

Obras na Rua Tupi, acesso para a Aproleite - Tráfego
intenso de caminhões pesados.
A Prefeitura de Jussara, através da Secretaria de Transportes, executa a operação tapa-buracos, já com boa frente de serviço realizado no Bairro Goiás, Setor Guanabara, Bairro Nortista, e região central em ruas com grande volume de tráfego, como a Rua Caculé e Rua 21 de Abril, e outras. A meta é alcançar todos os setores o mais rápido possível.

O Secretário de Transportes José Carlos Borges explica que “agora no período chuvoso o asfalto se derrete, parece que foi feito de sonrisal. Em alguns pontos mais críticos os buracos aparecem com uma chuva apenas”, diz o secretário completando que “estamos trabalhando diariamente, mas quando chove a gente perde o dia, e isto agrava mais ainda porque atrasa os serviços. Mas estamos resolvendo o problema, grande parte já foram tapados”, falou José Carlos.

Buracos foram tapados nas proximidades
do Colégio Jandira no Bairro Goiás
Em algumas da cidade o asfalto construído no passado é de péssima qualidade, a exemplo da Rua Caculé, “os buracos já foram tapados várias vezes na atual administração, mas é só chover, aparecem novos buracos”, explica o secretário, mostrando que “é fácil comprovar, é só observar as marcas de buracos tapados nas ruas”, finaliza.


A prefeita Tatiana espera para este ano a liberação dos recursos autorizados pelo governador Marconi Perillo, R$ 1 milhão, e que serão usados para fazer o recapeamento asfáltico de grande parte das ruas e avenidas da cidade, o que possibilitará resolver o problema por um período de tempo maior.

A rua Caculé está totalmente recuperada, todos os buracos foram
tapados novamente.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

PREFEITURA GARANTE NA JUSTIÇA IMÓVEL AVALIADO EM R$ 1 MILHÃO

Secretaria Municipal dos Transportes de Jussara funciona
na área que motivou demanda judicial
O município de Jussara conseguiu garantir por meio da Procuradoria Municipal, a propriedade de um terreno urbano, com área de 2.42,00(2.42,00 há) onde hoje está funcionando a Secretaria de Transportes, no Bairro Mansões do Bosque.

Em virtude de uma reclamação trabalhista em face do CRISA/CAESGO a garagem municipal foi penhorada, e a arrematação chegou a ser marcada, sendo avaliado o imóvel em torno de R$1.000.000,00 (um milhão de reais).

Trata-se de uma demanda antiga, mas que desde o início da atual gestão foi prioridade para a Administração, sendo uma área que era do Município e foi doado no passado a CAESGO/CRISA, porém de uso do Município. 

A Procuradoria Muncipal embargou a ação principal pedindo a suspensão da penhora, por ser uma área utilizada há tempos pelo Município tornando-se bem público. Ao propor agravo de petição foi conseguida a suspensão da penhora, pelo Desembargador Paulo Pimenta, o qual acatou a tese Municipal que a garagem ainda é um bem público municipal, portanto impenhorável.

O Acórdão já transitou em julgado, logo o Município não corre o risco de ficar sem a garagem municipal, sendo considerado bem público.

Atuaram na ação a Drª. Tuanny A. Carneiro e Drª. Isis Pereira Braz.

sábado, 3 de janeiro de 2015

OPINIÃO - O PROBLEMA DO LIXO É DE RESPONSABILIDADE DE TODOS NÓS

Por: Celueid J. Duarte Ferreira
Artigo publicado no Oeste Goiano (www.oestegoiano.com.br)

Celueid J. Duarte
Como se sabe lixo é todo e qualquer material proveniente de atividades humanas que geralmente não serve mais, ou também gerado pela natureza e pelos seres viventes que nela habitam. Sabe-se que este pode trazer transtornos irreparáveis se não for tratado de forma correta.

Ás vezes não paramos para pensar onde vai parar o lixo que produzimos. Geralmente a primeira atitude é tratarmos o lixo como um material indesejado, o que procuramos é “ficar livres o mais rápido possível dele”. Pois bem, sabemos que a grande maioria deveria ser destinada aos aterros sanitários, porém nesse local essa matéria com o tempo é fermentada, gerando substancias que podem ocasionar diversos efeitos ao meio ambiente como, por exemplo, o chorume (líquido escuro que contém alta carga poluidora) e o gás metano (gás de alto teor inflamável). Apenas uma pequena parte vai para as usinas de reciclagem - solução muito mais ecológica, porém bem mais cara e que nem sempre é possível.

A partir daí, surge-nos a questão: ter a consciência dos cuidados básicos para com o lixo, até que ele chegue ao seu destino, é possível, entretanto será que temos colocado em prática diária esses cuidados? Cabe, portanto analisar quais atitudes temos tomado para a melhoria no processo de produção, descarte e tratamento do lixo produzido, bem como a colaboração de forma concreta para que haja resultados no mínimo razoáveis.

É de responsabilidade da Gestão Municipal a coleta, transporte, descarte e tratamento do lixo de maneira suficiente e adequada, bem como a limpeza das ruas, entre outros, dando ao mesmo um destino final ambientalmente seguro. Porém deve ser compromisso da sociedade colaborar efetivamente nesse processo, mesmo que através de pequenas e simples ações cotidianas.

Diminuir ao máximo a quantidade de lixo produzido, acondicioná-lo em recipientes corretos (sacos próprios), reaproveitar certos tipos de materiais, evitar jogar lixo em locais inadequados, como por exemplo - ruas, terrenos baldios e outros, cobrar ações de responsabilidade dos órgãos competentes de forma ordeira e pacífica, são atitudes simples mas que fazem uma enorme diferença.

O gerenciamento integrado dos resíduos sólidos urbanos é um conjunto articulado de ações que deve ser construído tanto pela administração municipal quanto pela população.

O trabalho em conjunto entre poder público e população, na busca de alternativas práticas, com cada um fazendo a sua parte, com certeza garante a obtenção de benefícios para nós, para o meio ambiente e principalmente para as gerações futuras.

Celueid J. Duarte Ferreira


Celueid J. Duarte Ferreira é Graduada em Pedagogia, MBA em Administração Estratégica, Secretária da Associação dos Heveicultores de Iporá-Goiás e região e Sócia - Proprietária do Grupo A & C

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

MUTIRÃO DE LIMPEZA AVANÇA NO BAIRRO GOIÁS, NORTISTA, COHAB E VILA REBOUÇAS

Lixo é recolhido no Mutirão de Limpeza em Jussara
O mutirão de limpeza está sendo realizado pela prefeitura com esforço concentrado envolvendo os trabalhadores e maquinários da Secretaria dos Transportes e da Ação Urbana, com o objetivo de recolher o lixo, e galhadas de árvores, acumulados durante as festividades natalinas e também de ano novo.

As duas datas ocorreram numa quinta-feira o que agravou a situação já que nos feriados os serviços foram paralisados para que os servidores pudessem confraternizar junto a familiares.


Em feriados prolongados como os ocorridos algumas pessoas aproveitam a folga para “limpar” os lotes, podar árvores e joga todo o lixo na rua, o que agrava bastante a situação. 

Até móveis velhos, como fogões e sofás são encontrados jogados nas ruas entre o lixo recolhido.

Árvores domésticas são podadas e jogadas na rua 

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

REVEILLON 2015 REÚNE MULTIDÃO EM JUSSARA

Reveillon 2015 em Jussara
O Reveillon 2015 em Jussara foi realizado na Feira Coberta com som eletrônico e animação do Dj Rui Dance, e transmissão da Virada da TV Globo ao vivo no telão.

A queima de fogos durou cerca de 12 minutos. Uma grande multidão compareceu e animou o evento que agradou a todos, numa parceria bem sucedida envolvendo a prefeitura e a iniciativa privada.

JURACI DA AMBULÂNCIA É O PRESIDENTE DA CÂMARA DE JUSSARA – VEREADOR É O PRIMEIRO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL A OCUPAR O CARGO

Vereador Juraci de Oliveira assumiu a presidência da
Câmara de Jussara
O vereador Juraci da Ambulância assumiu a presidência do Poder Legislativo de Jussara, numa solenidade simples, sem muito protocolo, com a presença de vereadores, amigos, familiares e autoridades, entre as quais o vice-prefeito Clézio Ascêncio e a prefeita Tatiana Ranna.

O motorista de ambulância, vereador Juraci de Oliveira é o primeiro servidor público municipal a assumir a presidência da Câmara Municipal na história de Jussara. Juraci assume o mandato de presidente para o biênio 2015/2016.

Juraci é servidor público municipal de carreira há 31 anos, mudou-se para o município em 1971, casado, é de “família de origem humilde”, como faz questão de destacar, acrescentando que “foi com muita luta e trabalho que consegui chegar aonde cheguei e agradeço por isso”, falou.

Vereador Juraci de Oliveira assumiu a presidência da
Câmara de Jussara
Em sua primeira fala como presidente, o vereador agradeceu a todos que prestigiaram a sua posse, convidando para que assistam sempre às sessões do Legislativo.

De acordo com o novo presidente, “em hipótese alguma seremos contra os projetos da prefeitura que atendam os interesses da população”, disse Juraci, que completou “vamos apoiar todos os projetos da prefeita Tatiana que forem para o bem do município”, falou.

A prefeita Tatiana Ranna compareceu à posse do novo presidente da Câmara Municipal, e disse que “o vereador Juraci tem uma história de luta junto ao povo jussarense, sempre foi dedicado servidor e conhece a administração municipal. Ele tem todas as condições de desenvolver um excelente trabalho frente ao Legislativo Municipal e seremos parceiros nesta sua jornada”, disse a prefeita.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

VEREADOR NILSON GOMES ENTREGA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA COM ECONOMIA DE QUASE R$ 1 MILHÃO PARA O MUNICÍPIO!

Vereador Nilson Gomes fez gestão austera e transparente
na Câmara de Jussara
O vereador Nilson Gomes termina o mandato de dois anos frente à presidência da Câmara Municipal de Jussara apresentando uma gestão realizadora, transparente, austera com o reconhecimento do dever cumprido. Todos os gastos desnecessários foram cortados, a coisa pública foi cuidada com zelo e probidade.

Nilson Gomes enxugou a estrutura da Câmara, reduzindo de 37 para sete servidores comissionados, cortou o uso de celulares, jornal, diárias de viagens e outras regalias, economizando em 2014, R$ 692.000,00 que foram devolvidos aos cofres da prefeitura. Em 2013 já havia sido devolvida a quantia de R$ 300.000,00. Os recursos economizados são oriundos do duodécimo repassado pela prefeitura mensalmente para que a Câmara dê condições de atuação parlamentar para os vereadores, inclusive pagamento dos seus salários.

O recurso repassado para a Câmara é utilizado exclusivamente para a sua manutenção, é vedado pela Lei ao legislativo desenvolver qualquer atividade fora das suas prerrogativas constitucionais. Por isso a sobra dos recursos repassados pela prefeitura deve ser devolvida no final do período legislativo à prefeitura.

É importante destacar que no mandato anterior a Câmara de Jussara foi composta por nove vereadores, e que no atual mandato são onze vereadores, ou seja, mesmo com dois vereadores a mais, o presidente Nilson Gomes conseguiu pagar os salários e economizar quase R$ 1 milhão na sua gestão.

Claro que os cortes e enxugamento da máquina legislativa provocou algum descontentamento, principalmente na bancada de oposição, mas a Câmara de Vereadores teve um dos seus períodos mais produtivos na gestão do vereador Nilson Gomes, com aprovação de Leis importantes, a exemplo da lei que definiu o novo perímetro urbano da cidade, e tantas outras, incluindo inúmeros requerimentos dos vereadores.

De acordo com o vereador Nilson Gomes “a Câmara de Jussara, através de todos os seus vereadores, foi parceira da administração municipal, colaboramos muito com a atual administração. Grandes temas de interesse da população foram discutidos e decididos. A Câmara foi atuante e presente junto à população”, disse o presidente Nilson Gomes, que acrescentou: “Temos plena consciência do dever cumprido, fizemos junto com os colegas vereadores uma jornada de muito trabalho nestes dois anos que passaram”, disse Nilson Gomes.

Nilson Gomes entrega ao seu sucessor uma gestão totalmente enxuta, proba e operante, com as contas rigorosamente em dia.

DUODÉCIMO DA CAMARA MUNICIPAL

Repasse do duodécimo é a obrigação que o Executivo tem de repassar o valor integral previsto na Lei Orçamentária Anual do Legislativo e calculado sobre o valor da receita corrente liquida anual do município. Prescreve a Constituição da República, no seu art. 168, que "os recursos correspondentes às dotações orçamentárias, compreendidos os créditos suplementares e especiais. Na aprovação da Lei Orçamentária anual estão presentes os valores que estipularão o repasse para o funcionamento da Câmara Municipal anual, que é calculado em 12 parcelas mensais.

Para apuração do referido valor, estipulado no orçamento, chega-se a um percentual correspondente ao valor anual, que é aplicado mensalmente sobre a receita efetivamente arrecadada pelo município, incluindo as receitas próprias, transferência de fundo e excluindo os convênios específicos, com objetivos próprios, que não se constituem em receitas. Utiliza-se o último balancete do mês de dezembro, somando-se as receitas tributárias percebidas, excluindo-se os convênios específicos com objetivos próprios e o FUNDEB, que não se constituem em Receitas.

As sobras do duodécimo são devolvidas ao Poder Executivo, já que a Câmara não pode legalmente desenvolver nenhuma outra atividade que não seja legislativa.